More

    Carl’s Jr. quer voltar ao Brasil ancorado em estratégia de lanches artesanais e vendas em omnichannel

    spot_imgspot_img

    Rede de fast food tem mais de 1000 unidades internacionais e está expandindo sua presença na América Latina

    Lucas Torres

    [email protected]

    Cinco anos após deixar o Brasil, a rede de fast-food estadunidense Carl’s Jr. projeta seu retorno ao país. A decisão vem na esteira do 80º aniversário da empresa que, nas comemorações de 2021, deixou claro que vive um momento de embalo nas vendas e na capacidade de expansão.

    Com receita anual de aproximadamente US$ 1.3 bilhões em vendas, a rede atingiu recentemente a marca das 1000 unidades internacionais – se destacando sobretudo no México, mas expandindo sua atuação para outras localidades da América Latina, tal qual o Peru, o Chile e o Equador.

    Apostando em todo este background e em uma leitura de que o cenário pós-pandêmico favorece seu novo modelo de restaurantes, mais compactos e com ênfase na abordagem híbrida entre o físico e digital, Carl’s Jr. voltará ao Brasil com cerca de 100 lojas – volume que poderá multiplicar em até 5 vezes conforme se consolide por aqui.

    Vale destacar que, além do modelo omnichannel, uma aposta da rede para quebrar quebrar as barreiras de entrada impostas por outras franquias globais como o McDonald’s, o Burguer King e o Bob’s reside na oferta de lanches de uma categoria premium.

    Com esta abordagem, sua identidade veloz e padronizada se juntará a opções de hambúrgueres na brasa e sanduíches de frango empanados à mão, estratégia que a colocará em confronto direto com as chamadas hamburguerias artesanais que se tornaram febre no país nos últimos anos.

    Recentes

    Quer receber mais conteúdos como esse?

    Você pode gostar