More

    Dia do Empreendedorismo Feminino: conheça as 7 diretrizes da ONU para empoderar as mulheres

    spot_imgspot_img

    O Dia do Empreendedorismo Feminino foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2014 e tem como objetivo reconhecer e evidenciar a atuação das mulheres no mercado de trabalho

    O Dia do Empreendedorismo Feminino foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2014, com objetivo de reconhecer e evidenciar a atuação das mulheres no mercado de trabalho, em diferentes partes do mundo. No Brasil, o número de mulheres donas do próprio negócio é de 10,1 milhões.
     

    A pesquisa divulgada pelo Sebrae, destaca ainda que esse número representa 34% dos negócios em funcionamento no território nacional. Em relação a área de atuação, 50% das empresárias estão no setor de serviços, seguidas por 21% na construção civil.

    De modo a estimular a participação de empresas a investirem no desenvolvimento de suas colaboradoras, a ONU Mulheres e o Pacto Global criaram os sete “Princípios de Empoderamento das Mulheres”. Confira:
     

    1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
     

    2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não-discriminação.
     

    3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
     

    4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.
     

    5. Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.
     

    6. Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
     

    7. Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.
     

    Os princípios apontados têm objetivo de conscientizar gestores e funcionários sobre a importância do respeito, reconhecimento e valorização da força de trabalho feminino.


     

    Recentes

    Quer receber mais conteúdos como esse?

    Você pode gostar