More

    Qual a hora certa para mandar mensagens para o consumidor?

    spot_imgspot_img

    Aumento de 64% de conversões com envio de mensagens personalizadas na hora certa aconteceu após MoEngage utilizar ferramenta de inteligência e monitoramento de interesse do consumidor e personalização de conteúdo

    Imagine como seria estranho se você recebesse uma mensagem de “bom dia” às 21h de uma sexta-feira. Ou um “Bom Apetite!” por e-mail às 4 da manhã. Confuso, certo? Você ficaria incomodado com essas mensagens irrelevantes em momentos inoportunos. Isso é o que acontece quando as campanhas de marketing não são entregues no momento certo para seus consumidores. Impactar na hora errada pode gerar um resultado contrário ao esperado.

    Uma solução para que as marcas possam explorar os melhores momentos para o envio de mensagens por notificações via push, SMS, e-mail ou outros meios é o Best Time to Send (BTS), da MoEngage. A plataforma de engajamento com insights gerados por Inteligência Artificial, emprega a tendência de uma comunicação omnichannel com o uso do BTS para empresas dos mais diversos segmentos.

    A ferramenta pode ser implementada em campanhas de retenção, engajamento, upsell ou revenda e cria estratégias por meio de mapeamento individual de hábitos e comportamentos. Assim, o algoritmo é capaz de prever não apenas o conteúdo que pode obter melhor performance para cada consumidor, mas também a frequência ideal de envio e a melhor hora para enviar essas comunicações.

    “As campanhas enviadas em um momento ruim apresentam engajamento de e-mail significativamente mais baixo, índices de cliques inexpressivos e taxas mais altas de cancelamento de assinatura. Em contrapartida, há o aumento de engajamento e conversão de até 44 vezes nos casos de campanhas feitas por e-mail marketing de forma personalizada”, afirma Daniel Simões, General Manager da MoEngage Latam.
     De acordo com o executivo, saber a melhor hora de enviar uma comunicação específica ao consumidor é primordial para uma campanha de marketing ser bem sucedida, reter clientes e transformá-los em consumidores fiéis. “No caso dos bancos digitais e fintechs, que conversam tanto com as gerações mais tradicionais quanto com os nativos digitais, é necessária uma comunicação hiper personalizada e inteligente. Neste sentido, a tecnologia do BTS é aliada para entender interesses, comportamentos e gerar o impacto correto, na hora certa”, conclui Daniel.

    O recurso BTS apresenta técnicas de verificação e análise do comportamento do consumidor como cálculo de probabilidade de engajamento de consumo, criação de uma matriz de ativação de dias de semana com valores de atribuição por parâmetros prévios e observação de consistência de engajamento, garantindo uma campanha coerente e inteligente.

    Recentes

    Quer receber mais conteúdos como esse?

    Você pode gostar