More

    Como o PDV móvel se tornou essencial para as atividades de PMEs do varejo

    spot_imgspot_img

    Especialista do varejo relembra evolução do sistema de Ponto de Venda e analisa como ele foi revolucionária ao comércio

    O sistema de PDV – Ponto de Venda – foi revolucionário quando surgiu, há cerca de 50 anos, ajudando comerciantes com a análise de vendas e controle de estoque. Desde então, a tecnologia vem se aprimorando; um estudo recente de mercado da consultoria Quince Market Insights apontou que o mercado de PDV móvel deve chegar ao valor de US$ 101 milhões em 2032, com uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 16,39%.

    De forma resumida, a tecnologia de PDV móvel leva o sistema para dispositivos como smartphones, tablets e demais máquinas portáteis, entregando na palma das mãos do lojista todo o estoque da rede, contando com lojas físicas, e-commerce e centros de distribuição. Nos dias de hoje, é uma contribuição indispensável para o varejo omnichannel e já amplamente utilizado, popularizado pelas enterprises, companhias de grande porte e com operações de alta complexidade.

    “Observamos o uso do PDV móvel pelas enterprises há algum tempo, para diminuir filas em lojas, fazer trocas, devoluções, cadastros de clientes, entre outras atividades. Mas, nos últimos anos, o uso da tecnologia por PMEs também aumentou significativamente. Um dos motivos para essa movimentação pode ser o barateamento da solução desde a sua popularização, em meados de 2016\”, aponta Andrei Dias, head de vendas da Nexaas, Retail Tech especialista em inovação para o varejo.

    O PDV móvel oferece uma série de vantagens tanto para as empresas quanto para os consumidores. Com ele, empresas podem reduzir os custos relacionados à infraestrutura, como aluguel de imóvel, manutenção e equipamentos específicos, dando mais possibilidades para quem quer empreender e não quer gastar com um espaço físico. Além disso, a multifuncionalidade possibilitada pelos dispositivos móveis permite que os vendedores estejam presentes em diversos locais, como eventos, feiras e até mesmo nas ruas, ampliando as oportunidades de venda.
     

    “Hoje, as empresas não se veem mais sem a versatilidade proporcionada pelos PDVs móveis. Se, antigamente, os pontos de venda eram estritamente físicos, encontrados nos terminais das lojas e comércios, com o avanço e a disseminação dos aparelhos móveis, as enterprises passaram a aproveitar da união dos recursos para aumentar a conveniência das operações de venda. Com o sucesso das operações, difundiram uma solução revolucionária e flexível às jornadas de compra, tornando-a finalmente acessível a todas as pequenas e médias empresas”, finaliza o executivo.

    Recentes

    Quer receber mais conteúdos como esse?

    Você pode gostar