More

    Sazonalidade mostra sua força no varejo e produtos ‘de inverno’ disparam

    spot_imgspot_img

    De acordo com a Cuponomia, busca por aquecedores e outros itens dispara no varejo com aumento de até 245% nesse início de inverno

    No cenário atual, onde o comércio eletrônico tem ganhado cada vez mais espaço, não é surpreendente observar um aumento significativo na procura por itens de inverno. De acordo com um levantamento realizado pelo Cuponomia, portal que reúne cupons de desconto e cashback, alguns produtos específicos registraram um crescimento na busca durante os últimos 30 dias, compreendendo o período entre o início de junho e o começo de julho. É o caso dos aquecedores, que apresentaram um aumento impressionante de quase 245% na busca.

    Além dos aquecedores, outros produtos também chamaram a atenção nesse início de estação. Os edredons, por exemplo, registraram um aumento de 143,9% na busca, evidenciando a busca por uma cama quente e aconchegante para noites frias. Os moletons, peças-chave para enfrentar o clima gelado com estilo e conforto, tiveram um crescimento de 38,89% na procura, enquanto as meias, indispensáveis para manter os pés aquecidos, apresentaram um aumento de 81,82%.

    As botas femininas também conquistaram destaque nesse levantamento, com um crescimento expressivo de 61,29% na busca. Esses calçados são conhecidos por unir elegância e proteção contra as baixas temperaturas, tornando-se itens desejados pelas consumidoras que buscam estar na moda mesmo durante o inverno.

    Segundo Ivan Zeredo, diretor de marketing do Cuponomia, com a chegada das temperaturas mais baixas, é natural que os consumidores busquem se preparar para enfrentar o frio com conforto e estilo. “Além disso, o crescimento do comércio eletrônico nos últimos anos tem facilitado o acesso dos consumidores a uma ampla variedade de não só de produtos, mas também de descontos e novas tecnologias, que contribuem para o disparo nas buscas”, destaca o executivo.

    Recentes

    Quer receber mais conteúdos como esse?

    Você pode gostar