More

    Estudo aponta treze categorias de presentes mais procurados no varejo para o Dia das Mães

    spot_imgspot_img

    Flores (27,9%), microondas (9,4%), ida a restaurantes (5,6%) são promissores mimos tendo em vista as disposições de compra no varejo para 2023

    Não há dúvida que o Dia das Mães é uma das datas mais importantes do calendário comercial. Os resultados de muitas operações varejistas dependem e muito do que acontece nesse período.
    Pensando nisso o IBEVARFIA Business School traçou o perfil das compras que identificou treze categorias típicas: bolsas, cafeteiras, canecas, celulares, flores, fogões, geladeiras, ida ao restaurante, lavadoras, microondas, notebooks, perfumes, televisores. Esses produtos foram escolhidos tendo em vista a recorrência de compras nessa data específica. Porém, eles traduzem interesses mais amplos, ou seja, são os representantes de todas as intenções de compra.

    Pode-se dizer que há dois tipos de presentes: os chamados utilitários e os afetivos. Os utilitários são os itens qualificados como úteis, práticos ou funcionais. Por outro lado, os afetivos estão relacionados aos sentimentos e as emoções. Seja como for o interesse em celebrar o Dia das Mães em 2023 é 16,4% maior que o registrado em 2017, período inicial da série. Entretanto, flores no lugar de fogões.

    O afetivo no lugar do utilitário. Essas treze categorias foram agrupadas em três grupos tendo em vista as disposições de compra para 2023 comparativamente a 2022: as promissoras, as estáveis e as não promissoras. As promissoras apresentam crescimento: flores (27,9%), microondas (9,4%), ida a restaurantes (5,6%).

    As categorias estáveis registram pequena variação, muito embora no caso de 2023 todas apontando pequena queda: geladeiras (-3,1%), notebooks (-3,4%), perfumes (-3,5%), televisores (-4%). Por fim para as categorias ditas não promissoras o estudo IBEVAR-FIA aponta quedas significativas: lavadoras (8,9%), canecas (11%), cafeteiras, (13%), celulares (13,3%), fogões (14,9%), bolsas (28,9%).

    “Como se vê no grupo das promissoras com três categorias apenas microondas é um item definido como utilitário. Observa-se que mesmo nesse caso o item microondas é um substituto óbvio dos fogões. Já no grupo dos não promissores estão praticamente todos os itens associados ao atendimento de necessidades utilitárias”, explica, Claudio Felisoni, Presidente do IBEVAR e professor da FIA Business School.

    “O varejo não é apenas constituído pelas empresas comerciais, operando física ou virtualmente. O varejo liga quem produz algo, um bem ou um serviço, com o consumidor final”, salienta Felisoni. O estudo mostrou que para o Dia das Mães de 2023 o segmento mais tradicional, comércio de bens duráveis, apresentará um desempenho muito aquém do ano passado. Esse resultado se explica pelo nível da taxa de juros (5,5% am.) e o alto endividamento das famílias.

    Nessas condições os segmentos que são também varejo, mas se distanciam bem mais do crédito se destacam.
    O Estudo IBEVAR-FIA Business School se baseou em sessenta milhões de unidades de informação (textos, vídeos e falas) coletadas três semanas antes da data e uma semana após traçarmos o perfil das compras para esse ano. Foram usados recursos de IA Inteligência Artificial e NLP Natural Language Processing. No caso de 2023 a semana posterior a referida data foi evidentemente projetada com base em recursos de séries temporais.

    Recentes

    Quer receber mais conteúdos como esse?

    Você pode gostar