Uso de transporte público cai 17% no Rio e 7% em São Paulo

O uso de transporte público registrou queda durante os dez dias da pausa emergencial decretada em São Paulo e no Rio de Janeiro. Na capital paulista, a redução foi de 7% entre os dias 26 de março e 4 de abril. Já o Rio teve uma queda ainda maior, de 17%, no mesmo período. A análise considera os deslocamentos de ônibus, metrôs e trens nas regiões metropolitanas das duas cidades.

A informação foi levantada pelo Moovit, o aplicativo de mobilidade urbana, que mede a variação do uso de transporte público desde o início da pandemia em mais de cem grandes cidades do mundo. Os dados podem ser conferidos aqui.

Desde o começo de março de 2021 o uso de transporte público caiu nas duas maiores cidades brasileiras. A queda é reflexo das medidas para conter a Covid-19, como o Plano São Paulo, que está em fase emergencial desde o dia 11 de março. O número de passageiros usando ônibus, metrôs e trens teve uma redução acentuada desde o início da pandemia, mas que vinha se recuperando nos últimos 12 meses.