Sindirepa –SP e Sebrae-SP destacam a importância da recuperação de créditos fiscais no período de pandemia

Em tempos de pandemia, mesmo os serviços considerados essenciais, como empresas de reparação de veículos e retíficas de motores, tiveram redução no movimento e consequente queda no faturamento. Antonio Fiola, presidente do Sindirepa-SP e Sindirepa Nacional, fala da oportunidade de os empresários da reparação fazerem a recuperação de créditos fiscais por meio de processo administrativo que permite restituir dinheiro pago a mais em impostos. Os consultores do Sebrae-SP, José Carlos Albanez e Patricia Gonzalez, também reforçam a importância de rever os créditos, uma forma de recompor o caixa, já que o processo é simples pode levar até 90 dias.

O Sindirepa-SP possui parceria com o escritório Ribeiro, Di Chiacchio Sociedade de Advogados para a realização desse trabalho que não tem custo inicial para os empresários. “Fazemos a recuperação de débitos fiscais do PIS, Cofins, INSS entre outros, pagos indevidamente de acordo com a legislação, utilizando um programa com metodologia que permite agilidade no processo”, revela Renato Paladino, sócio do escritório.

Em 2019, foram recuperados aproximadamente R$ 3 milhões por centenas de processos de clientes do escritório.

Também foram destacadas outras medidas com relação à legislação trabalhista, processos e mudanças na gestão para torná-la mais eficiente.