Pesquisa IQA revela tendências de Transformação Digital na Qualidade do setor automotivo

O processo de Transformação Digital é percebido e considerado relevante pela grande maioria das organizações, porém muitas vezes não há certeza do caminho a ser tomado no momento. Além disso, apesar do valor apontado para retorno do investimento e benefícios para organização, a maior prioridade para projetos de Transformação Digital envolve exigências de legislação. Estas são duas das cinco principais conclusões da pesquisa inédita realizada pelo IQA – Instituto da Qualidade Automotiva, sobre A Transformação Digital e a Qualidade Automotiva no Brasil. As outras três conclusões da pesquisa revelam que
a qualificação dos profissionais e mudança cultural das organizações é um fator-chave para a Transformação Digital.
Assim como estabelecido em Sistemas de Gestão da Qualidade, independentemente da Transformação Digital, o comprometimento e envolvimento direto da alta direção é fundamental para o sucesso de sua implementação.
A Qualidade e Avaliação da Conformidade mantém sua relevância, mas sua forma de atuação precisará passar pelo mesmo processo de mudança em andamento nas organizações que serão objeto dos processos.
Claudio Moyses, diretor executivo do IQA, comenta que a pesquisa lança uma luz sobre como as organizações estão abordando o tema Transformação Digital. “A pesquisa ratifica algumas suposições existentes e por isso se torna relevante neste momento de pandemia da Covid-19, que acelerou o processo de Transformação Digital em muitos setores da economia”, afirma Moyses.