“Mercado terá que se adequar a novas demandas”

Claudio Milan

[email protected]

Philippe Colpron, vice-presidente executivo e líder da divisão de Aftermarket da ZF desde 1º de janeiro de 2021, avalia que o fio condutor da empresa em meio a um cenário de transformações é ajudar o cliente a superar os desafios. Haverá, por exemplo, crescente necessidade de cursos e treinamentos em razão da igualmente crescente complexidade dos sistemas automotivos.

Desafio significativo que se apresenta para o mercado de reposição – em especial, neste momento, nos países desenvolvidos – é a eletrificação da frota. Como é sabido, a substituição de um motor a combustão interna por um sistema elétrico de propulsão reduz significativamente a manutenção e a necessidade da troca de diferentes itens de giro.

“Com esta rápida evolução da tecnologia, podemos antecipar uma mudança na demanda. Veremos uma redução de volume para alguns produtos ou serviços tradicionais enquanto precisamos estar preparados para novas tecnologias. Por exemplo, veículos totalmente elétricos não exigem as mesmas rotinas de troca de filtro enquanto veículos híbridos elétricos transportam os produtos necessários em um sistema de duplo acionamento, utilizando tanto componentes convencionais como elétricos para o driveline”. O contraponto a esta redução de demanda se dará, segundo Colpron, por meio da substituição de itens de maior valor agregado, entre outras novidades, como atualizações de softwares e novos serviços.

A complexidade e transformação tecnológica dos veículos terá forte impacto nas oficinas. Grandes sistemistas, como a ZF, serão cada vez mais demandados pelos reparadores como meio de acesso às informações sobre as mudanças. “É verdade que o conteúdo tecnológico dentro dos veículos está crescendo rapidamente, não apenas em termos de complexidade, mas também em termos de acesso aos dados. Precisamos apoiar as oficinas através do acesso à informação, treinamentos, suporte on-line e com diagnósticos ou soluções de software. Isso também significa que os mecânicos precisam ser capazes de adquirir novos tipos de peças com a mesma velocidade e conveniência que a experiência com componentes mais tradicionais. É um foco chave para a ZF Aftermarket apoiar os mecânicos e oficinas através desta evolução, por exemplo, através de conceitos de oficina como ZF [pro]Tech, oferecendo um conjunto holístico de informações técnicas necessárias acompanhadas com os treinamentos e ferramentas on-line relevantes”.

O executivo acrescenta que a transformação não acontecerá apenas através da tecnologia presente nos veículos. “Precisamos reconhecer a evolução na tomada de decisões dos diferentes tipos de proprietários de veículos que terão impacto nos processos de compra de peças e serviços. Em qualquer caso, estar pronto nos estágios iniciais dos novos modelos de negócios deve ser uma vantagem no apoio à mobilidade da próxima geração”.

E o que é necessário para ter sucesso no Aftermarket da Próxima Geração?

Não podemos negar que uma transformação está acontecendo, e podemos aproveitá-la como uma oportunidade. Acho que ela deve começar por estar fortemente conectada com nossos clientes, e estar atenta à evolução de suas necessidades e depois criar continuamente novas formas de como fornecer um valor maior e único em nossos serviços.

Operamos em um ecossistema complexo, e com a complexidade que nos conduz, devemos explorar continuamente novos tipos de parcerias. Estamos entrando em uma nova era onde a colaboração será a chave para o sucesso.

O digital estará em todos os lugares: para criar uma melhor experiência para o cliente, para permitir uma mobilidade mais inteligente e para melhorar nossa cadeia de valor holística do mercado de reposição. Aprender como aproveitá-la navegando neste novo mundo será crucial.

Considerar que os usuários finais e os parceiros de rede irão interagir cada vez mais através de vários canais. Precisamos melhorar cada vez mais a nossa capacidade de administrar este ambiente de omnichannel, mantendo a satisfação dos usuários finais como princípio orientador, enquanto fortalecemos a colaboração com nossos parceiros.

Somos todos responsáveis pela sustentabilidade de nosso planeta e por um futuro positivo para nossas próximas gerações. Devemos ser parte da solução para criar um aftermarket verde e sustentável.

A quantidade de novas tecnologias a bordo dos veículos está crescendo muito rapidamente e as funcionalidades autônomas estão bem próximas. Precisamos nos preparar suficientemente cedo para garantir que nossos modelos comerciais estejam prontos para o futuro.