Mais de 320 mil empresas foram beneficiadas pelo Pronampe em 2021

IG Economia

Mais de 320 mil empresas foram beneficiadas pelo Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), em 2021, com contratações de crédito no valor total de R$ 25 bilhões.

O resultado surpreendeu o Ministério da Economia, segundo o qual a expectativa inicial que era atender 250 mil empresas, representando uma eficiência de 327% maior na utilização dos recursos do Fundo Garantidor de Operações (FGO), se comparado com o ano passado. O número pode ser ainda maior, já que os bancos podem continuar contratando se assumirem uma parcela maior do risco de crédito.

O programa, criado pela Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec – ME) em 2020, se tornou permanente neste ano e é destinado ao desenvolvimento e fortalecimento dos pequenos negócios no enfrentamento da crise causada pela pandemia da Covid-19. Os recursos podem ser usados para investimentos e capital de giro; compra de máquinas e equipamentos, matérias-primas e mercadorias; despesas operacionais, como pagamento de salários, entre outros.

No ano passado, o Pronampe atendeu 468 mil empresas, oferecendo garantia de até 85% das perdas de crédito nas carteiras de financiamento dos micro e pequenos empresários. Essa cobertura permitiu que cada um real aportado pela União fosse convertido em R$ 1,17 de créditos. Ao fim de 2020, o saldo total de contratações foi de mais de R$ 37 bilhões em créditos.

As perspectivas positivas de retomada de crescimento permitiram um Pronampe mais eficiente em 2021. Nesse novo ciclo, a cobertura de risco das carteiras do programa caiu de 85% para 20% e, com isso, a conversão dos recursos do fundo em créditos subiu para cinco vezes.