Fiat abandonará carros a combustão até 2030 e promete elétricos baratos

Em meio à febre dos elétricos, a Stellantis já havia se comprometido a abandonar de vez seus carros movidos a combustão interna. Dessa vez, a Fiat foi além e não apenas cravou sua eletrificação total como prometeu automóveis elétricos cada vez mais acessíveis.

O compromisso foi ressaltado pelo próprio CEO da marca italiana, Olivier François, que refletiu sobre o impacto ambiental do seu produto e ressaltou que a economia de escala na produção das baterias deve refletir em carros elétricos mais populares. Com pressa, a mudança “radical” da marca deverá ocorrer o “mais rápido possível”.