EUA, China e outros países fazem ofensiva para derrubar preços do petróleo

Folha de S. Paulo

Em uma aliança inédita, os Estados Unidos e outros países, entre eles a China, farão uso de suas reservas estratégicas de petróleo para tentar provocar uma queda nos preços desta commodity. O presidente Joe Biden informou a liberação de 50 milhões de barris de petróleo das reservas estratégicas dos Estados Unidos.

A decisão surge em um momento em que os preços nos postos de gasolina continuam subindo nos Estados Unidos.

A decisão foi tomada em conjunto com outros países como  Índia, Japão, República da Coreia e Reino Unido