Diretor de startup prevê carros voadores em SP em 2030

Estado de S. Paulo

Alexander Asseily, diretor da startup alemã Lilium  acredita ser possível já em 2030 ver carros voadores no céu de São Paulo. Segundo o executivo, a cidade, que é hoje um dos maiores mercados de helicópteros do mundo e, por isso, tem uma alta demanda para esse tipo de transporte, que ele considera ainda mais seguro e acessível.

A Lilium, que está de olho no mercado brasileiro, desenvolve carros voadores com cabine para seis passageiros (as outras, para quatro), que poderão voar até 250 km. O objetivo da startup é oferecer uma solução de transporte rápida para o maior número de pessoas.