Automóveis elétricos: vendas devem ultrapassar as de carros a combustão em 2047

Estudo recente divulgado pela consultoria Wood Mackenzie, grupo responsável por pesquisas globais em energia, produtos químicos, energias renováveis, metais e mineração as vendas de veículos elétricos devem alcançar, em 2050, 62 milhões de unidades por ano, com a frota global somando 700 milhões. De acordo com os dados, e, em 2047, as vendas combinadas de automóveis de bateria elétrica, de célula de combustível e híbridos irão ultrapassar, pela primeira vez, as compras de carros a combustão.

Nos próximos quatro anos, as vendas de carros elétricos devem passar de 7 milhões por ano na Europa, Estados Unidos e China. A diminuição dos custos deverá estimular a comercialização e, em 2030, dobrar os números da tecnologia para 15 milhões por ano no total das três áreas.

Ainda de acordo com a consultoria global, a Tesla, Volkswagen, Fiat-Peugeot, General Motors, Hyundai e a Renault-Nissa seguirão sendo responsáveis por grande parte do futuro mercado de automóveis elétricos.