Vendedores brasileiros intensificam utilização das redes sociais

Por Lucas Torres

Você, como balconista, tem costume de utilizar ferramentas digitais para prospectar clientes e aumentar seu volume de vendas?

Se sua resposta for negativa, tenha a certeza que você não está só ‘deixando de acompanhar uma tendência do futuro’ em sua profissão como também está remando na direção contrária a algo que já é realidade para maioria dos vendedores do país.

De acordo com a pesquisa intitulada ‘O cenário das vendas no Brasil’, promovida pela rede social Linkedin, 67% dos profissionais de vendas locais já utilizam alguma ferramenta digital em seu cotidiano.

A pesquisa, que entrevistou 500 vendedores em todo o território nacional, revelou ainda que para 96% desses personagens o uso de tecnologias como as redes sociais já é importante ou muito importante para os resultados.

Dentre as questões apontadas pelos entrevistados como as de maior potencial de crescimento via ambiente digital foram destacadas a habilidade de reforçar a confiança junto aos consumidores; a oportunidade de conhecer mais sobre um cliente e/ou um prospect; a chance de se estabelecer um relacionamento personalizado; a potencialização das redes de contato; e a possibilidade de manter as ofertas em sintonia com as mídias sociais do consumidor.

Em um ambiente no qual a venda proativa, ou seja, aquela em que se antecipa a demanda dos clientes ao invés de apenas respondê-las, possuir informações adicionais a respeito desse consumidor oferece uma inegável vantagem competitiva ao vendedor.

Mostrando um entendimento dessa dinâmica, quase metade dos vendedores entrevistados pelo Linkedin, 45%, disseram seguir e/ou acompanhar as páginas pessoais ou corporativas dos clientes.

O mais curioso é que a recíproca também acontece, já que na pesquisa ‘The pictures of Sales’, também do Linkedin, 60% dos compradores e tomadores de decisão em relações de negócio B2B (ou seja, de empresa para empresa) olham o perfil do vendedor na rede social antes de fechar o negócio.

Os dados expostos pela pesquisa do Linkedin apontam para uma maturidade e um entendimento do mercado por parte dos profissionais atuantes no Brasil – ao passo que conclusões expostas por pesquisas ao redor do mundo têm indicado os benefícios da utilização do ambiente digital nas vendas, sobretudo no que diz respeito às redes sociais.

Ainda em 2016, por exemplo, pesquisa realizada pela Forbes estadunidense apontou que vendedores que utilizavam as redes como parte de suas estratégias tinham, em média, um volume de vendas 79% superior aos dos profissionais estritamente ‘analógicos’.