Série ‘O varejo pelo varejista’ chega ao Ceará

Sede do Sincopeças Brasil, estado é um dos protagonistas na profissionalização do varejo de autopeças nacional

351

Após passar pelos estados de Goiás, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, a série ‘O varejo pelo varejista’ chega ao Ceará. Sede do Sincopeças Brasil, o estado tem se destacado no treinamento de profissionais e no incentivo à profissionalização no setor.

Para representar o varejo de autopeças cearense convidamos a Evaldo Autopeças, empresa criada pelos irmãos Evaldo e Pedro Parente no ano de 1990 e que após 12 anos de muito trabalho pulou de apenas um funcionário para o expressivo número de 40 colaboradores internos, que se somam a 12 motoboys responsáveis pela prontidão da entrega de seus produtos.

Evaldo avaliou a atuação das autopeças brasileiras em sete quesitos fundamentais e contribuiu com sua experiência ao indicar quais são as ações indispensáveis para o cumprimento satisfatório de cada um dos quesitos levantados.

 O Varejista

Evaldo Parente, Diretor da Evaldo Autopeças – Fortaleza (CE)  

  • PRECISÃO ADMINISTRATIVA

Em um mercado cada dia mais competitivo em que as empresas têm de minimizar desperdícios para lidar com as dificuldades impostas pelo ambiente, incluindo os efeitos ainda presentes da crise financeira nacional, os varejistas necessitam atingir excelência nesse quesito.

As empresas cada vez mais terão que minimizar desperdício, vejo isto em todos os departamentos. Todos estão conscientizados de que enxugando os gastos podem contribuir para um faturamento positivo na empresa. Quando fazemos uma simples equação de lucro = faturamento – gastos podemos afirmar que as empresas do setor estarão crescendo. Em um momento tão delicado como esse temos que buscar excelência e acreditar que mesmo com crise devemos ficar atentos para muitas oportunidades, é necessário inovar e se diferenciar.

  • PROPAGANDA E MARKETING

As ferramentas de propaganda e marketing são complexas nos dias atuais. É preciso cobrir diversas áreas do espectro midiático e contemplar as variadas ferramentas proporcionadas pela internet.

São ferramentas bastante complexas, mas o setor vem se atualizando neste quesito, havendo necessidade de a empresa realmente entrar nas redes sociais como Facebook, Instagram e até mesmo e-commerce para que possamos atender este novo mercado. Me sinto otimista com a visibilidade que a empresa ou o setor vem tendo na internet.

  • FERRAMENTAS DE VENDAS

Somente as vendas no varejo físico não são mais suficientes para suprir a demanda da chamada geração millenium de consumidores. É preciso dar cobertura no e-commerce de maneira interativa e eficiente.

O consumidor é cada vez mais exigente e o e-commerce está representando em média mais de 10% em nosso estado do Ceará. Isto também nos mostra uma oportunidade, hoje na Evaldo Auto Pecas estamos concluindo nosso aplicativo para comercialização de produtos e acreditamos que até o mês de junho de 2017 já esteja em pleno funcionamento.

  • QUALIDADE NO ATENDIMENTO

Iniciar o atendimento no balcão com um sorriso sincero é o primeiro passo para a consumação de uma venda e a fidelização do cliente. Embora a tecnologia venha ganhando importância no varejo, as relações humanas ainda são fundamentais.

Acreditamos ainda nas relações humanas, corpo a corpo, sei que todas as tecnologias são fundamentais, mas nunca igual ao sorriso sincero, ao bom dia, ao olho no olho, aperto de mão e nas atitudes de solucionarmos todos os problemas de nosso clientes. É nesse momento que você pode se diferenciar buscando a melhor prestação de serviço, pontualidade na entrega, check-list, veículo na entrega lavado e aspirado, entrega de produtos rápida, sempre pensando na excelência.

  • TRABALHO EM EQUIPE

A integração de todos os setores da empresa e o controle do turnover de funcionários são indispensáveis para a consolidação da identidade de um varejo. É preciso esforço conjunto contínuo para criar a tão falada cultura empresarial positiva.

A integração de todos os setores da empresa ajuda a aumentar produtividade e a otimizar o tempo de cada atividade gerando qualidade na prestação do serviço. Devemos analisar o turnover como indicador de saúde organizacional.

  • FOCO NA ESTRATÉGIA

Análises de indicadores como tíquete-médio, áreas da loja mais visitadas, produtos mais vendidos e até vendas por minuto são fatores primordiais para a formulação de estratégias de negócio.

Isso mostra a importância dos indicadores na gestão da empresa, onde o conhecimento dos mesmos pode ajudar nas decisões corretivas evitando problemas futuros. A utilização dos indicadores ensina a calcular e analisar as informações para uma boa gestão e a importância no mercado de atuação e na economia em geral.

  • ANÁLISE DOS CONCORRENTES

Observar os pontos negativos e positivos dos concorrentes pode ser o primeiro passo para uma mudança no próprio negócio. Varejistas precisam estar sempre atentos às novidades do mercado para não ficar para trás.

É de total importância, planejar o direcionamento da empresa é um dos passos para sobrevivência. É fundamental analisar o que a concorrência anda fazendo, verificar métodos e processos que estão ou não dando resultados. Assim a empresa enxerga as ameaças e oportunidades encontradas em seu ambiente.