O que é sorte?

371
Chegaram 700 currículos à mesa do diretor. Ele diz à secretária:
– Pegue os 30 que estão no topo da pilha e chame-os para serem entrevistados. Jogue os restantes na máquina fragmentadora.
– O senhor está louco? São 670 pessoas! Talvez os melhores estejam lá!
– Eu preciso de gente que também tenha sorte…
(Autor desconhecido)

 

Além de achar esta piada muito engraçada, também fiquei pensando na sorte daqueles 30 que estavam no topo da pilha e foram chamados para a entrevista. Será que a nossa vida está sempre dependendo de um golpe de sorte? Bem, após pensar um pouco, cheguei a uma conclusão diferente.

A primeira pergunta que eu me fiz, e que gostaria que vocês também pensassem a respeito é: O que é sorte?

Os inúmeros exemplos de pessoas e empresas bem-sucedidas demonstram que não alcançaram essa situação por sorte, mas sim como consequência de muito trabalho, perseverança e de aproveitar as oportunidades que surgiram.

Podemos citar alguns casos.

  • Thomas Edison fez duas mil experiências para conseguir inventar a lâmpada. Um jovem repórter perguntou o que ele achava de tantos fracassos. Edison respondeu : “Não fracassei nenhuma vez. Inventei a lâmpada. Acontece que foi um processo de 2000 passos”.
  • Ao recusar um grupo de rock inglês chamado The Beatles, um executivo da Decca Recording Company disse: “Não gostamos do som. Esses grupos de guitarra já eram”.
  • O superstar do basquete, Michael Jordan, foi cortado do time de basquete da escola.
  • Quando Alexander Graham Bell inventou o telefone, em 1876, não tocou o coração de financiadores com o aparelho. O presidente Rutheford Hayes disse: “É uma invenção extraordinária, mas quem vai querer usar isso?”.
  • Cafu, o capitão da seleção brasileira foi várias vezes reprovado nas “peneiras”.
  • Serginho, líbero da Seleção Brasileira, campeão olímpico em Atenas, baixinho para o vôlei – tem 1,84m – viu na criação da posição de líbero, oficializada em 1998, uma oportunidade perfeita para se destacar. Na época, estava sem clube e vendia produtos de limpeza de porta em porta.

Concluímos, então, que aquilo que chamamos de sorte na verdade é um conjunto de três condições:

Conhecimento e habilidades

São adquiridos através da participação em treinamentos, convenções, leitura, estudo e também da prática.

Em Copas do Mundo, muitas classificações e até mesmo a final podem ser decididas na cobrança de pênaltis. Uma frase muito comum que ouvimos a respeito é a de que “cobrança de pênaltis é loteria”. No entanto, isto é desmentido pelo fato de que os jogadores que mais convertem a cobrança são aqueles que treinam exaustivamente. E, no momento da cobrança, se concentram e chutam com o maior cuidado.

Há alguns anos foi perguntando a um grande jogador de golfe se ele atribuía suas vitórias à sorte. Ele respondeu que sim, mas que coincidentemente, quanto mais ele treinava, mais sorte tinha.

Oportunidades

Vivemos num mercado muito dinâmico, no qual oportunidades surgem quando menos esperamos e elas somente podem ser aproveitadas por aqueles que estiverem preparados. É quase igual ao que acontece com o ônibus que tomamos para ir trabalhar: se não estivermos no ponto quando ele passar, ficamos para trás. Mas, com o ônibus da vida é ainda mais difícil, pois nem sempre passará outro.

Preparar-se é acumular conhecimentos e desenvolver habilidades, além de acompanhar o que acontece ao nosso redor, fazendo uma análise das perspectivas e tendências do mercado.

Alguns vendedores deixam de aproveitar as oportunidades e depois, ao verem seus colegas progredindo, dizem coisas como “fulano teve muita sorte”. Teve sorte ou aproveitou a oportunidade?

As oportunidades não somente surgem, com também podem ser criadas. Exemplo: procurar oferecer para os clientes outros produtos, procurar novos clientes, procurar olhar para lugar que as pessoas não estão olhando. Lembrar que se você fizer o que sempre fez, conseguira o que sempre conseguiu, quer resultados diferentes faça diferente.

Perseverança

Voltando à piada do início, constatamos que os 30 candidatos somente foram escolhidos porque enviaram o currículo. Se não fosse a perseverança, nada aconteceria.

Todos os exemplos de pessoas bem-sucedidas que citamos têm em comum justamente à perseverança. Não desistiram quando enfrentaram as primeiras dificuldades.

No varejo de autopeças, essa perseverança deve ser aplicada em situações como:

Oferecer produtos que o cliente não foi comprar, oferecer a linha toda de produtos, mostrar as novidades.

Prospectar empresas novas, não esperar o cliente aparecer

Concluímos, portanto, que a sorte além de ser um conjunto composto de conhecimento, habilidades, oportunidades e perseverança, também é o resultado de nossas atitudes perante a vida.

Boa Sorte!