Mercado de veículos usados permanece estável em maio

Em maio deste ano, as transações de veículos usados, considerando todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), totalizaram 1.276.109 unidades, alta de 8,7% sobre as 1.173.930 unidades comercializadas em abril. Os dados foram divulgados dia 3 de junho, pela FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

Na comparação com maio de 2018, quando 1.219.452 veículos foram transacionados, a alta foi de 4,65%.

No acumulado de janeiro a maio de 2019, foram negociadas 5.760.210 unidades, apontando crescimento de 1,69% sobre o mesmo período de 2018, que somou 5.664.318, de acordo com o levantamento realizado pela FENABRAVE.

Para os segmentos de automóveis e comerciais leves, as transações, em maio, somaram 958.721 unidades, 8,91% acima dos 880.315 veículos transacionados em abril. Em relação aos 919.610 veículos vendidos em maio do ano passado, houve alta de 4,25% no mercado de usados. No acumulado de janeiro a maio deste ano, as vendas dos dois segmentos somaram 4.318.366 veículos, alta de 1.09% ante as 4.271.618 de igual período do ano passado.

Deste total vendido nos segmentos de automóveis e comerciais leves, os modelos usados com até 3 anos de fabricação representaram 12,06% do total comercializado em maio, e 10,95% do total do acumulado do ano.

Segundo Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE, o mercado de veículos usados, embora se mantenha estável, reflete a falta de confiança do consumidor, que é o principal agente deste mercado. “O medo do desemprego, associado à falta de perspectiva, de curto prazo, na retomada da economia, mantém o consumidor retraído para compra”, declarou.

Acompanhe, na tabela a seguir, os dados de emplacamentos de veículos USADOS para cada segmento automotivo.