Loja-laboratório mostra na prática soluções inovadoras para o varejo

162

E-commerce, aplicativo para o consumidor e Facebook unem-se à loja física no processo irreversível de transformação digital do varejo em todos os seus segmentos

Claudio Milan

claudio@novomeio.com.br

O brasileiro passa, em média, cinco horas por dia na frente de um computador. Nos celulares ou tablets, já são quase quatro horas diárias. A conectividade revolucionou os usos e costumes e uma das consequências tem sido transformar radicalmente os hábitos de consumo.

De uma forma já absolutamente natural, o cidadão utiliza a tecnologia digital o tempo todo tanto em seus relacionamentos pessoais quanto no trabalho. E, na hora de consumir, ele quer ter exatamente as mesmas experiências e a mesma comodidade.

Com base nestes princípios, o Grupo GS& Gouvêa de Souza inaugurou em agosto a loja-laboratório Omnistory no Shopping Villa Lobos, em São Paulo. O projeto é inovador e tem por objetivo mostrar na prática como a combinação de soluções ​com diferentes tecnologias ​ajudam a melhorar a experiência do consumidor, do gestor da loja e do vendedor, criando novos conceitos de consumo.

O espaço concentra algumas das mais modernas tecnologias disponíveis para o ponto de venda físico. A cada quatro meses a loja será remodelada para abrigar diferentes segmentos de produtos e novas ferramentas. Este primeiro ciclo abriga um varejo multimarcas com produtos de saúde, beleza e bem estar. “A proposta é atrair mais clientes para a loja e converter mais vendas”, sintetiza Ronan Maia, vice-presidente de Distribuição e Varejo da TOTVS, a empresa responsável por boa parte das soluções apresentadas na Omnistory. “Esse projeto é um laboratório de varejo para mostrar como as tecnologias podem transformar o ambiente da loja física atraindo o consumidor e, claro, demonstrando como as experiências de omnichannel podem funcionar na prática a partir de uma loja física que tem e-commerce e aplicativo para o consumidor” acrescenta o executivo.

A loja permite aos idealizadores testar novas ferramentas e propor experiências de consumo num ambiente real, observando o comportamento das pessoas e fazendo os ajustes necessários. “Vivemos um momento no varejo em que o e-commerce cresce bastante, as pessoas querem mais conveniência, mas a loja física não perdeu sua importância. Por outro lado, cada vez mais é relevante ter atrativos para que o consumidor se engaje com o ponto de venda, seja uma equipe capacitada, uma abordagem mais consultiva, uma venda mais agradável ou oferecendo tecnologias que possam permitir ao cliente ter contato com o produto de forma diferente”, avalia Maia.

A Omnistory propõe uma combinação de tecnologias fundamentadas em três pilares. Um ponto de venda físico moderno, um e-commerce e um aplicativo para o consumidor. Todos integrados. A compra pode começar na loja e terminar em casa ou vice-versa, nas diferentes plataformas. O Novo Varejo foi convidado a visitar a loja-laboratório. E, agora estende o convite a você: conheça as inovações que, num futuro não muito distante, têm vocação para transformar sua empresa.

Enviar comentário