Frota brasileira de veículos aumenta 0,7% em 2016

182

Levantamento anual do Sindipeças sobre a frota circulante brasileira mostra crescimento de apenas 0,7% em 2016, em comparação com o ano anterior, e o total de 42,9 milhões de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. A idade média, que era de 8 anos e 11 meses em 2015, subiu para 9 anos e 3 meses. “A frota está envelhecendo devido à queda na entrada de veículos novos, por conta da crise econômica”, avalia Elias Mufarej, conselheiro do Sindipeças responsável pela área de reposição. “Com isso, os motoristas e proprietários precisam prestar mais atenção à manutenção.”

No ano passado, 34% dos veículos tinham até 5 anos de idade; outros 33%, entre 6 e 10 anos; 16%, entre 11 e 15 anos; 13%, de 16 a 20 anos; e 4%, mais de 20 anos. A maior concentração, 72,8%, estava distribuída em cinco Estados: São Paulo, com 36,8%; Minas Gerais, 10,4%; Rio de Janeiro, 9%; Rio Grande do Sul, 8,5%; e Paraná, 8,1%.

A frota de motocicletas era de 13,47 milhões de unidades, quantidade 1,2% menor que a de 2015. Do total, 41% tinha até 5 anos.

O levantamento do Sindipeças (exceto de motos) é feito desde o início dos anos 60, baseado na venda de veículos no mercado interno.