Entenda a ABNT NBR ISO 1008

389

Em mais um conteúdo oferecido pela consultoria Pieracciani, gestora do Laboratório de Inovação do Varejo (ProVa), veja como garantir a qualidade de um e-commerce, atrair e reter clientes

Ter um comércio eletrônico não é mais questão de escolha, mas sim necessidade. Em um contexto em que os consumidores estão cada vez mais conectados é importante traçar uma estratégia de atuação no ambiente online. Porém, não basta criar um e-commerce, para que se tenha sucesso em vendas é necessário cumprir uma série de requisitos e condutas. Para isso, foi criada a ABNT NBR ISO 10008, da Associação Brasileira de Normas Técnicas, que estabelece todas as normas e condutas que devem ser seguidas por varejistas que queiram realizar vendas online.

A primeira coisa que é importante ter em mente é que a loja online é uma extensão do ambiente físico, funcionando como um ponto de venda e vitrine. E em meio ao mar de opções que a internet oferece, se destacar é essencial. “Se o marketPlace não corresponder ao sucesso da loja física, ele pode estragar o sucesso da loja física; por isso é importante acompanhar as mudanças do mercado e se adequar às expectativas do cliente”, explica, Edson Fermann, gestor de inovação e mentor de startups.

Para entender e atender as necessidades do seu cliente    

Ao criar um comércio eletrônico é necessário identificar o nicho de mercado a ser alcançado; feito isso, é fundamental traçar o perfil dos consumidores. Desse modo será possível reconhecer as necessidades e desejos do seu público alvo, pois na internet estão dispostas diversas opções e a melhor estratégia para alcançar sucesso é trabalhar de forma segmentada, priorizando sempre o desejo dos clientes.

A ABNT NBR ISO 10008 traz 16 princípios básicos para serem aplicados no comércio eletrônico. Veja quais são: