Emplacamentos de veículos crescem de 23,8% em maio

208

A Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores divulgou o desempenho do setor automotivo no mês de maio e do acumulado de 2017.

Para o setor da distribuição de veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros), o mês de maio apresentou avanço de 23,8% em relação a abril. Foram emplacadas 285.766 unidades no quinto mês do ano, contra 230.837 no mês anterior. Na comparação entre os meses de maio 2017 e o mesmo mês de 2016 (264.653 unidades), o setor automotivo registrou avanço de 7,98% no período.

Já no acumulado do ano, houve queda de 7,59% para todos os setores somados. Nos primeiros cinco meses deste ano, foram emplacadas 1.228.275 unidades, contra 1.329.100 entre janeiro e maio de 2016.

Os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, apresentaram crescimento de 24,79% em maio em relação ao mês anterior. Foram emplacadas 190.131 unidades, contra 152.366 em abril de 2017. Se comparado com maio do ano passado (162.148 unidades), o resultado aponta aumento de 17,26%. No acumulado do ano, esses segmentos também cresceram, registrando alta de 2,24%. Foram comercializadas 802.270 unidades neste ano, contra 784.682 no mesmo período de 2016.

Segundo o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, a tendência de recuperação da economia vem se confirmando, mesmo em meio a um ambiente político incerto. “A economia voltou a crescer após oito trimestres seguidos de queda”, comentou, se referindo o aumento de 1% do PIB no primeiro trimestre, em comparação com o último de 2016. “O agronegócio teve grande contribuição para este resultado, com avanço de 13,4%, assim como a indústria, que cresceu 0,9% no período. Esses indicadores positivos refletem diretamente em nosso setor, pois ampliam a confiança do consumidor e de empresários em investir nos produtos que comercializamos”, disse Assumpção Júnior, complementando que, como resultado desses índices, o setor começa a demonstrar a reação já esperada pela entidade.

De acordo com o que foi apurado pela Fenabrave, a média diária de vendas, para Automóveis e Comerciais Leves, cresceu 2,1% entre abril e maio deste ano, passando de 8.465 unidades para 8.642 em maio. “Se mantivermos este volume de crescimento nas vendas diárias, encerraremos 2017 com o crescimento de 2,04% nas vendas destes segmentos”, complementou.

 

Previsões para 2017

A Fenabrave mantém as projeções para o mercado anunciadas no início do ano. De acordo com os estudos realizados pela Federação, o setor como um todo deverá apresentar crescimento moderado em 2017, chegando a 3,11% para todos os segmentos somados.

Para os segmentos de automóveis e comerciais leves, a expectativa é de alta de 2,04% sobre os resultados.

Já para caminhões e ônibus, a Fenabrave projeta crescimento de 3,15%, sendo 2,8% para caminhões, 4,40% para ônibus e 7,08% para implementos rodoviários.

O segmento de motocicletas, que vem sofrendo sucessivas quedas desde a crise de 2008, deverá apresentar alta estimada em 4,04%.

Para tratores e máquinas agrícolas, a previsão é chegar a um crescimento de 13,5% em 2017, reforçado pelos bons resultados do agronegócio no País.

Acompanhe, na tabela a seguir, os dados de emplacamentos de veículos NOVOS para cada segmento automotivo.